sábado, 14 de abril de 2012

De quem é a culpa, da legalização do homicidio das criancinhas?

Deus jamais ouvirá a oração daqueles que vivem pela a falsidade, fazendo de tudo para ofuscar a fonte da principal causa dos males dos dias de hoje, tudo em nome de uma falsa obediência, enquanto não houver honestidade, irão perder e perder, com isso todos irá sair perdendo devido está massa hipócrita e falsa
 

Se não tem coragem de defender a Santa Missa, a doutrina da Igreja dos erros cometidos pelo o Concilio Vaticano II, quanto mais defender honestamente a vida das inocentes criancinhas.

 

O que mais precisa acontecer para estes, que se diz que são a favor da VIDA e ao mesmo tempo morrem de amores pelo estado laico, e ainda alguns querem justificá-lo como compatível com a fé católica.

Como que seria possível que a fé, poderia ser ‘objeto’ de disputas entre grupos distintos aonde sempre iria sempre prevalecer à maioria.

 

Acordem deste sono profundo, já estão liberando o casamento civil homossexual, já está autorizada a matança das crianças anecefalas, já estão conseguido a retirada dos crucifixos dos estabelecimentos públicos, está proibido à correção paterna e materna nos seus próprios filhos, qual o próximo golpe?

Executar as crianças com síndrome de Down? As com paralisia cerebral? Aonde irá para meu Deus está carnificina...

 

Muitas vezes fico pensando, será que estas pessoas que se dizem que são a favor da vida e ao mesmo tempo é a favor do estado laico estão do mesmo lado, ou será que estão apenas fazendo teatro para algum beneficio próprio.

Será que não conseguem enxergar, que este sistema de governo demoníaco, que acolhem e tratam bem os criminosos das piores espécies, condenam a morte as crianças inocentes sem que nunca ter cometido nenhum crime e muito menos pecado pessoal.

 

A CULPA É DE QUEM?

A CULPA É DE VOCÊ QUE SE DIZ CONTRARIO AO ABORTO E CONTINUA A FAVOR DO ESTADO LAICO, COMO SERIA POSSIVEL A LEI DE DEUS SER ‘OBJETO’ DE DISPUTAR POR GRUPOS DISTINTOS E DE DIFERENTES PENSAMENTOS.

A CULPA É DE TODOS QUE SE DIZ QUE É PRÓ VIDA, AO MESMO TEMPO APOIA A SEPARAÇÃO ENTRE A IGREJA E O ESTADO.

A CULPA É DE TODO O CLERO MODERNISTA QUE NUNCA REVINDICARAM O DIREITO ABSOLUTO DA IGREJA, PERANTE O ESTADO, POIS O ESTADO DEVE ESTÁ SUBMISSO A IGREJA E NÃO A IGREJA SUBMISSA AO ESTADO.

O Papa Pio IX, em seu memorável Syllabus, condena a proposição segundo a qual "é preciso separar a Igreja do Estado e o Estado da Igreja" (no. 55).