quinta-feira, 24 de março de 2011

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2011


HÉLIO DE SOUZA

A conservação do planeta é importante, mas a salvação da humanidade é o que realmente importa e, é para esse fato que a CNBB deveria pautar seus esforços.

A CNBB precisa repensar sua forma de fazer a Campanha da Fraternidade.

O povo tem sede de Deus e a CNBB, com esta forma equivocada de realizar a Campanha da Fraternidade, lhe nega “água”!

O povo almeja o Reino de Deus, (Mt 6,33), tem sede de Deus e deve ser no manancial límpido, inodoro e potável da Igreja Católica Apostólica Romana, fora da qual ninguém se salva, (IV Concilio de Latrão) - “EXTRA ECLESIAM NULLA SALUS!”, o local em que conseguirá saciar sua sede nesta fonte de “Água viva” - (Jo 4-10)!

O exemplo de desperdício de tempo, dinheiro e oportunidade de levar a verdadeira mensagem salvífica de Jesus Cristo é o da Igreja Peregrina do Brasil através da “Campanha da Fraternidade”, principal forma de “evangelização” utilizada pela CNBB.

Esta Campanha obsoleta é realizada na Quaresma e teve sua primeira edição em 1964 com o tema “Igreja em Renovação” e o Lema: “Lembre-se: você também é Igreja”, tendo se passado quarenta e quatro anos e o Brasil, que antes trazia na sua Constituição o catolicismo como a religião oficial vem a cada ano perdendo espaço às diversas seitas de cunho protestante.

Alegar: “o importante e a qualidade e não a quantidade” é leviano e não justifica a omissão de certos bispos e padres que se preocupam cada vez menos em pregar o Evangelho, (Mc 16,15), e preferem atuar como políticos de esquerda apoiando as CEB’s, MST, PT e a TL.

Para sopesarmos a importância desse método de evangelização, basta pedirmos a algum católico praticante que cite, de cor, qual foi o lema ou o tema de um determinado ano, ou que cite, ao menos, três lemas ou temas de qualquer ano, dificilmente alguém se lembrará. Deveriam se preocupar mais com a redenção da humanidade, assim como Jesus Cristo ensinou: "Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo".- (Mt 6,33). É erro grave não priorizar o tempo propício de conversão da Quaresma com uma catequese sadia, que leve ao encontro de Cristo. O homem verdadeiramente convertido evitará o pecado, não será ganancioso ou egoísta, amará o próximo como a si mesmo, ajudará os mais necessitados, preservará o meio ambiente, em especial, a floresta amazônica, não por seguir doutrina marxista, mas por amor a Jesus Cristo e a sua Igreja.

Não seria este o momento propício para que os Senhores Bispos, revejam seus paradigmas na forma de evangelização, no trato com os fiéis, de como utilizar a mídia, voltar a pregar que a prioridade da humanidade é a salvação e não os bens terrenos, "Pois que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua alma?" - (Mc 8,36).









Um comentário:

stefan disse...

SOCIALISMO/COMUNISMO = TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO/MARXISMO CULTURAL-TL = RELATIVISMO = Aborto, famílias, ou melhor, "granjas", uniões gays, fêmen...
O socialismo/comunismo, seita satânica como objetivo insurgir o homem contra Deus e ódio entre as pessoas, age por meio de candidatos e partidos anexos, como o PT, PSOL, PC do B, PSDB, etc., apoiam a esquerdista Teologia da Libertação/Marxismo Cultural - TL/MC que é uma sedutora heresia cristã socialista, também possuidora de vínculos com o protestantismo e maçonaria para minar a Igreja Católica Tradicional e a democracia; a nova via baseia-se em experiência anterior de o comunismo se impor pela violência e não obter bons resultados.
É nova tática na mídia e redes sociais, por meio da subversão sutil da doutrina católica pró socialismo e comunismo, utilizando os mesmos termos da Igreja, porém falseando-os na direção socialista; idem, comprando-a para se propagar e infiltrando nela agentes da Internacional Socialista desde Stálin – há mais sociedades secretas auxiliares no processo de tentar implodir a Igreja, como a maçonaria e apóstatas católicos, como alguns sacerdotes progressistas e até bispos, como os ex freis Boff, Betto, Susin, Libânio e os sutis Pe Fabio de Melo e mais relativistas, negando a transcendência e toda a ética-moral cristãs em ações que atiçam a INVEJA e cobiça dos pobres contra os ricos, o ORGULHO de ser superior aos outros e a SOBERBA, de não se submeter a Deus.
Atiçam a luta de classes, de etnias, entre estados, a violência pelo desagregamento familiar e social gerando a alienação e impondo mazelas como aborto, BBBs da vida, pedofilia, seitas, esoterismos, etc.
Família: devido à repressão do pátrio poder, tornam-se "granjas" de produção de seres humanos para o Estado, deus todo poderoso, o qual os educará em sua ideologia material-ateísta, pois um povo desagregado, alienado que se bate mutuamente favorecerá a instalação de futuro Estado totalitarista, opressor e ateu - Nova Era-NWO, supermercado de religiões - e se fundamenta nas teorias do satanista Marx, em que "nada subsiste de absoluto, definitivo e sagrado".
Aliás, A Editora Paulus, dentre mais, participa com a socialista "BIBLIA. EDIÇÃO PASTORAL", de Ivo Storniolo e Euclides Balancin. As refutações são do eminente teólogo D. Estêvão Bettencourt.
O próximo passo seria o controle pessoal pelo microchip, previsão de instalação inicial para breve nos EUA.
A TL é condenada por todos os S Padres unanimente, com exclusão automática a católicos que se filiarem, colaborarem, votar em candidatos e partidos SOCIALISTAS/COMUNISTAS e aliados - piores os possuidores de militância ativa e agressiva.
Na Alemanha, cidade de Erfurt, O S Padre Bento XVI classificou o Socialismo-Comunismo e Nazismo de "chuvas ácidas" e ao Socialismo-Comunismo de "peste vermelha" e ao Nazismo de "peste negra", extensivos aos membros. Já o S Padre Leão XIII sentenciou: "os comunistas, socialistas e niilistas são uma peste mortal que se introduz como a serpente por entre as articulações mais íntimas dos membros da sociedade humana, e a coloca num perigo extremo".(Encicl. Quod Apostolici Muneris).
Os cristãos materialistas, orgulhosos e sensuais em suas diversas modalidades infiéis à doutrina da Igreja são os artífices de Satanás na implantação desse regime, com quem passarão a eternidade após a morte.