terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O terrível enterro do Heresiarca Lutero

O corpo de Lutero, bastante desfigurado e mal suportado pelos circunstantes, foi transportado no dia 20 para HALLE, e no dia 22, pelo madrugada, para WITTEMBERG, onde, por ordem do landgrave, devia ser sepultado na igreja, junto ao púlpito donde havia lançado a semente da revolta.

Dizem os escritores da época que, ao ser ele para lá transportado, o mau cheiro do cadáver se tornou tão penetranto e insuportável que, diversas vezes, os carregadores foram coagidos e deixá-lo por algum tempo, só, no meio dos campos, para poderem respirar um pouco de ar puro.

Contam ainda ter um bando de corvos, aliciados pela petrefação, seguido o cortejo lúgubre, como se fossem demônio montando guarda de honra a um de seus chefes.

Foram tais as diversas opiniões veiculadas a respeito da morte e do interro do fundador do protestantismo.

Haverá qualquer exagero nestas narrações?

É difícil dizê-lo; só me foi possível reproduzir o que os contemporâneeos narraram a respeito.

Que Justo Jonas, Célio, Aurifaber e, provavelmente, os filhos de Lutero tenham guardado silêncio sobre o fato é natural, pois a verdade seria a desmoralização da pessoa de seu amigo, de seu pai e até da reforma que este havia pregado e que eles mesmos seguiam.

É por isso, conforme o testemunho citado, que todos juraram nada revelar da morte de seu chefe; é por isso também que ficou envolta em tantos mistérios e incertezas uma morte que devia ser notória para todos.

CONCLUSÃO

Lutero desceu ao túmulo, como qualquer mortal; e, infelizmente, parece que acabou impenitente: a alma envenenada por sentimentos rancorosos, o coração transviado pelas paixões humanas, o espírito obcecado pela falsa idéia de um desígnio que o destinava para reformador.

A existênica do herói de Vittemberg desconcerta o mais arguto psicólogo; é um complexo contraditório e um triste acúmulo de ócio e de atividade, de obsessão e de força, de baixezas e de elevação, mas tudo isso, tão entrelaçado, que querendo-se delinear a sua fisionomia, chega-se necessariamente à de um de seus contemporâneos: “Lutero é um tresloucado, ou, então, vítima de influência diabólica”

Cada vez se robustece em minha mente este mesmo conceito sobre o pai das seitas protestantes. Iludido por sucessos passageiros, que as circunstâncias favoreceram, ele se julgou um gênio, um astro, um arauto do céu.

A morte implacável deitou no túmulo a sua audácia de deformador, porém o espírito de revolta que havia insuflado no mundo, o ódio ao Papa, que acendera nas almas, continuou, firmando o credo fundamental do protestantismo.

Um homem que se ufana de raciocinar sem preconceitos teria de parar diante deste quadro horripilante, como se detém diante da forca de Judas, e exclamar instintivamente: Não, a verdade não está aqui; só posso estar diante do mal, diante do vício, da perdição… e a verdade continua estar ao lado de Jesus Cristo, mesmo estando ele diante de Caifaz, de Pilatos ou de Herodes… A verdade está com ele, exclusivamente com ele e com seus sucessores: o Papa imortal de Roma, sucessor de S. Pedro, representante visível do Cristo invisível.

Para tornar esta verdade palpável, permitiu Deus fosse Lutero, sepultado no mesmo dia em que o povo católico celebrava a festa da “Cathedra Petri”, dia comemorativo da fundação da primazia do Papa… data em que a Igreja canta as palavras do Salvador a Pedro: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela” (São Mateus 16, 18).

Lutero procurou prevalecer contra a Igreja… mas terminou esmagado sob o peso da rocha de Pedro; e o Papa continua, como sempre, abençoando os seus filhos e suplicando que Deus se compadeça dos seus perseguidores.

Fonte: O Diabo, Lutero e o Protestantismo

5 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

O final do texto n é mais assim, os Papas ultimamente andam abençoando os nossos inimigos.

JPII pediu a são João Batista que proteja o islã!!!!!!!

Bento XVI vai mandar uma árvore ABENÇOADA e plantada por ele, para um jardim do desgraçado herege na Alemanha.

Viva o ecumenismo de santidade!!

APÓSTOLOS DOS ÚLTIMOS TEMPOS! disse...

Rapaz você que criou esse blog ou que faz as postagens é um pouco insensato, além de escrever muito ruim e sem fundamentos.
A respeito desta postagem de Lutero, não passa de uma revolta besta, infundada, emocionalista e tudo mais que não tem base em nada o que a Igreja Católica, Apóstolica, Romana. E qualquer passoa por menos justa que fosse não seria boba o bastante para escrever coisas ou mesmo concordar com as mesmas.
Eu já fui protestante, e talvez teria todas as razões para concordar com você, mas só que tem uma coisa: o cristianismo me ensinou a ser justo e falar a verdade, a ser coerênte naquilo que disser.
Você bagunça tudo, deturpa o sentido das coisas e é incoerente em tudo que diz.

Pena ainda dizer que é católico!

Graça e paz!

stefan disse...

ELOS ENTRE PROTESTANTISMO, MAÇONARIA-OCULTISMO E SOCIALISMO-COMUNISMO E ANEXOS
O protestantismo - todas as denominações cristãs fora da Igreja Católica - em seus primórdios, teve em seu idealizador o dissenso Lutero vários princípios gnósticos, incluindo-se tendências igualitaristas e deístas subjetivistas, dentre outras, como: aversão a poderes superiores, no caso, ao poder hierárquico ortodoxo-doutrinário exercido pela Igreja àquela época.
Note-se que as religiões orientais holísticas, panteístas e meditacionais, como a Yoga, seicho-no-ie, etc., têem conteúdo aproximado no que tange ao subjetivismo ao se enquadrarem em suas práticas religiosas semelhanças às de auto realização pessoal, por ex., como no independenticionismo protestante às hierarquias.
Lutero evidenciou suas ações por suprimir o poder eclesial e sua rígida doutrina tradicional bíblico-patrística por um sistema mais flexível e individual, em que pessoas e comunidades possuíssem autodeterminação de se instituirem como próprios pastores, os quais ensinariam a seu modo particular; o resultado foi o espoucar de centenas de seitas em que cada uma doutrina a seu modo ou conveniência, daí surgiu um Evangelho conversível a situações, interesses e muitos contrastes entre facções que afirmam e se consideram inspirados pelo Espírito Santo(?)...E há seitas que aprovam aborto, outras adultério e há até homossexualismo e quase todas têem culto e procedimentos semelhantes a centros espíritas: expulsão de supostos maus espíritos, passes, gritarias, pessoas em aparentes transes...
Sabe-se que desse conjunto ideário relativista existia a antiga e esoterista maçonaria de antes do cristianismo, de Babilônia, do antigo Egito, etc., e sua legislação atual foi formalizada por J Anderson, pastor presbiteriano; por sinal nos EUA e Europa os vínculos são mais próximos com o protestantismo, e que influenciaram a Revolução Francesa em seus princípios - igualdade, liberdade e fraternidade - idem o kardecismo e o comunismo, o qual é por sinal apenas a transposição de idéias de Lutero-maçonaria para a práxis socialista-comunista, supostamente igualitarista, fraternal em meio a contrastes marcantes e o modernismo atual, cuja doutrinação vigente é igual, de um homem acima de tudo e todos, pelo menos na sua proposta; de fato, uma tremenda farsa.
Há vídeos na Net e em literatura específica em que pastores se acusam reciprocamente de pertença à maçonaria, em que são descritos os vínculos de ambas agremiações; praticamente é inexistente oposição maçônica explícita às diversas denominações evangélico-protestantes; porém, para com à Igreja Católica é o adverso.
Não há dúvidas que o orgulho e soberba e estão sutilmente camuflados sob essas comportamentos e que o progresso, a ciência e o modernismo tecnológico, cada vez mais aparentando resolver os problemas humanos estão a serviço de um reino luciferino que poderá eclodir, de um homem auto realizador e deificista, mas tão cego não percebendo sua submissão a nova tutela, e logo de quem...
Não há diferença entre o acima e o pecado inicial do homem no Éden, ou se preferir, aliar-se e tornar-se súdito de Satanás em seu orgulho de querer ser igual a Deus, aceito por nossos pais iniciais e muitos atualmente o vivenciam no protestantismo.

stefan disse...

ELOS ENTRE O PROTESTANTISMO, MAÇONARIA-OCULTISMO, SOCIALISMO-COMUNISMO, NAZISMO E ANEXOS
O protestantismo - historicamente todas as denominações cristãs fora da Igreja Católica Apostólica Romana - em seus primórdios, teve em seu idealizador o dissenso Lutero vários princípios gnósticos, incluindo-se tendências igualitaristas e deístas subjetivistas, dentre outras, como: aversão a poderes superiores, no caso, ao poder hierárquico ortodoxo-doutrinário exercido pela Igreja àquela época.
Note-se que as religiões orientais holísticas, panteístas e meditacionais, como a Yoga, seicho-no-ie, etc., têem conteúdo aproximado no que tange ao subjetivismo ao se enquadrarem em suas práticas religiosas semelhanças às de auto realização pessoal, por ex., como no independenticionismo protestante às hierarquias.
Lutero evidenciou suas ações por suprimir o poder eclesial católico e sua rígida doutrina tradicional bíblico-patrística por um sistema mais flexível e individual, em que pessoas e comunidades possuíssem autodeterminação de se instituirem como próprios pastores, os quais ensinariam a seu modo particular; o resultado prático de suas ideias foi o espoucar de milhares de seitas humano-fundamentadas em que cada uma doutrina a seu modo ou conveniência que se batem umas contra as outras, daí surgiu um Evangelho e igrejas conversíveis a situações, interesses e muitos contrastes entre facções que, apesar dos paradoxos, afirmam e se consideram inspirados pelo Espírito Santo(?)... A qual deles? E há seitas que aprovam aborto, outras adultério, ordenação feminina, umas admitem a Eucaristia outra não, umas, batismo de crianças, outras não, etc., etc., e até de anuência ao homossexualismo e quase todas têem culto e procedimentos semelhantes a centros espíritas: expulsão de supostos maus espíritos ou para curas, passes, gritarias, pessoas caindo ao chão, e até as homilias de pastores são aceitas ou não.

E o elo com o nazismo: Hitler subiu ao poder graças à votação dos estados protestantes: 47%; nos católicos 21%; se fosse a Alemanha católica, não subiria ao poder.

Desse ideário relativista existia a esoterista maçonaria de antes do cristianismo, de Babilônia, do antigo Egito, etc., e sua legislação atual foi formada por James Anderson, pastor presbiteriano; Nos EUA e Europa os vínculos são muito próximos com o protestantismo - muitos expoentes são maçons - e influenciaram a Revolução Francesa nos princípios - igualdade, liberdade e fraternidade - idem o kardecismo e o comunismo, o qual é por sinal apenas a transposição de idéias de Lutero-maçonaria para a práxis socialista-comunista, supostamente igualitarista, fraternal em meio a contrastes marcantes e com o modernismo atual, cuja doutrinação vigente é igual a um homem acima de tudo e todos, pelo menos na sua proposta; de fato, uma tremenda farsa.
Há vídeos na Net em que pastores se acusam reciprocamente de pertença à maçonaria; praticamente é inexistente oposição maçônica às diversas denominações evangélico-protestantes; porém, para a Igreja Católica é o adverso.
Sem dúvidas: o orgulho e soberba e estão sutilmente camuflados nessas atitudes, que o progresso, a ciência e o modernismo tecnológico, cada vez mais aparentando resolver os problemas humanos estão a serviço de um reino luciferino que poderá eclodir, de um homem auto realizador e neodeificista, tão cego não percebendo sua submissão a nova tutela, e logo a quem...
Não há diferença entre o acima e o pecado inicial do homem no Éden, preferindo, aliar-se e tornar-se súdito de Satanás em sua soberba e no orgulho de querer ser igual a Deus, aceito por nossos pais iniciais e muitos atualmente o vivenciam no protestantismo.

E que logicamente é o ideal itinerário para se chegar ao absoluto relativismo; se preferir: "self service" doutrinário

stefan disse...




O PROTESTANTISMO INCOERENTE, RELATIVISTA E ANEXO ÀS OUTRAS SEITAS DO MESMO TEOR
O protestantismo - historicamente todas as denominações cristãs fora da Igreja Católica Apostólica Romana, mesmo as outras adotantes de "católica e (ou) apostólica" no nome, foi alicerçado no dissenso e anti semita Lutero: entrou no convento sem vocação sacerdotal, mas para se abrigar por crime de morte cometido, por inveja; ordenou-se e se envolveu em adultérios, idem com os Rosacruzes, suicidando ao final. Adotou princípios gnósticos e deístas subjetivistas, como: aversão a superiores, no caso, ao poder hierárquico-doutrinário exercido pela Igreja à época. A esquerdista e relativista TL adotou-o sobremodo.
Lutero evidenciou por suprimir o poder eclesial católico e sua rígida doutrina tradicional bíblico-patrística por um sistema mais flexível e individual, em que pessoas e comunidades autodeterminassem pastores, ensinariam a seu modo e critério; resultado: um espoucar de milhares de seitas em que cada uma doutrina a seu modo ou conveniência, acusando-se mutuamente de heréticas, traduzindo-se num Evangelho e igrejas conversíveis a situações, interesses e muitos contrastes entre facções que, apesar dos paradoxos, afirmam cada uma inspirada pelo Espírito Santo(?)... A qual deles? Há seitas abortistas, outras pró adultério, etc; a Eucaristia sim, outras não, o batismo de crianças sim, outras não, etc., e até homossexualistas e quase todas cultuam o esoterismo, similares a centros espíritas: manifestações de entidades, exorcismos de supostos maus espíritos ou para curas, histeria coletiva, rodopios, pessoas em aparentes transes - enfermando-se, o pastor não convoca outro para exorcizá-lo; vai ao médico. E suas as homilias sujeitam-se à aprovação ou não individual, tudo no mais absoluto relativismo doutrinário-hermenêutico, recheados de esoterismo-satanismo explícitos.
Elos com nazistas: Hitler elegeu-se graças a votos dos estados protestantes, media de 47%, nos católicos 21%; se fosse a Alemanha católica não subiria ao poder e 99,4% dos 13 000 pastores à época converteram-se em informantes pró-nazismo. E ainda atribuem injustamente ao S Padre Pio XII aliança a ele!
Assim, nesse ideário relativista existia a antiga e esoterista maçonaria de antes do cristianismo, de Babilônia, do antigo Egito, etc., e sua legislação atual foi formalizada por James Anderson, pastor presbiteriano; por sinal, nos EUA e Europa os vínculos aproximam-se com o protestantismo - muitos pastores são maçons - e influenciaram a Revolução Francesa nos princípios - igualdade, liberdade e fraternidade - idem o espiritismo e o comunismo, o qual é apenas a transposição de idéias de Lutero-maçonaria para a práxis socialista-comunista, supostamente igualitarista, fraternal em meio a contrastes marcantes de povos e pessoas, pelo menos na sua proposta; de fato, uma tremenda farsa.
Há vídeos no You Tube e literários de pastores em recíprocas acusações de coligações ou pertença à maçonaria; o ídolos deles é a si mesmos, interpretação e seguimento a critério individual; são ateus envolvidos em capas de Bíblias.
Sem dúvidas: o orgulho e soberba camuflam-se sob esses comportamentos; o progresso, a ciência e o modernismo tecnológico, cada vez mais aparentando resolver os problemas humanos estão a serviço de um reino luciferino que poderá eclodir, de um homem auto suficiente e neo deificista, mas tão cego ao não perceber sua submissão a nova tutela, nada diferindo o acima do pecado do homem no Éden, dando guarida ao orgulho e soberba de querer se igualar a Deus, aceito por nossos pais e vivenciados no protestantismo.
Suas igrejas não passam de "restaurantes self-services doutrinário-infernais, compostos de mais de 35 000 seitas com cardápio para cada gosto de cliente, servidos por fantoches de Satanás.