segunda-feira, 29 de novembro de 2010

BOLETIM DO MÊS DE NOVEMBRO


BAIXE, IMPRIMA E DISTRIBUA

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

BÊNÇÃO DE "CASAMENTO" PE. ANTÔNIO MARIA

Mais uma vez o Pe. Antônio Maria abençoou um pseudo-casamento, desta vez na cidade de Capela em Sergipe (onde já morei e onde ainda mora minha mãe), atendento aos pedidos do prefeito Manuel "Sukita". Isto rendeu ao padre um processo canônico, segundo o qual ou ele se retrataria publicamente em um mês, ou seria suspenso de ordens. Como ele se retratou, foi apenas impedido de fazer shows ou ministrar sacramentos em Sergipe por 5 anos.
Um político que faz oposição a Sukita publicou em seu blog o ocorrido, porém omitindo o que todos por aqui já sabem.

Leonardo Brum

BÊNÇÃO DE CASAMENTO COMPLICA PADRE


O padre Antonio Maria [aquele mesmo, o famoso], ministrou uma bênção a um casamento [sic!] numa cidade do interior do Estado de Sergipe [Capela, a 67 km de Aracaju] para um casal que já fora casado na igreja, o que lhe rendeu além do caxê, uma punição de ser suspenso de vir a Sergipe num prazo de 05 anos e ainda ter que pedir desculpas aos fiéis católicos publicamente através da rádio cultura de Sergipe ontem, dia 06/11/2010, pelo ato que ele sabia que não poderia fazer.

Há comentários em nossa cidade que tal celebração fora de uma autoridade [o prefeito, conhecido como "Sukita"] que induziu e convenceu o sacerdote descumprir até as normas da igreja, haja visto a sua influencia nas demais instituições.