sexta-feira, 23 de maio de 2008

Anglicanos querem ser católicos pela beleza da liturgia em latim

Mais de 400.000 anglicanos aguardam “luz verde” do Vaticano para entrar na Igreja Católica.
Eles pediram a conversão em documento oficial recebido pela Santa Sé no ano passado.
Entre esses há alguns “bispos” e “sacerdotes”. Provêm de 13 países, maioritariamente da Inglaterra.
Porém, segundo o colunista Damian Thompson, do grande diário londrinense “The Telegraph” seu ingresso vem sendo impedido pela oposição dos bispos da Inglaterra e de Gales.
Thompson escreveu que esses bispos são igualmente esquerdistas e não desejam conversões.
A conversão é detestada pelo falso ecumenismo.
Porém, o que irrita mais os bispos progressistas britânicos é a possibilidade de os novos convertidos engrossarem as fileiras dos católicos que seguem o rito extraordinário da Missa aprovado pela Santa Sé. Ele é mais conhecido como Missa em latim, ou Missa de São Pio V.
S.S. Bento XVI com um Motu Próprio aprovou a celebração desse rito. O gesto teve efeito importante na decisão de muitos anglicanos ― episcopalianos nos EUA. Eles desejam abandonar o horror com que eles vêm o anglicanismo após a ordenação de mulheres e de “bispos” homossexuais.
Por outro lado, amam muito a beleza das formas litúrgicas tradicionais, mas vendo o que acontece em muitas igrejas católicas, não se decidiam a dar o passo final.
O Motu Próprio Summorum Pontificum veio dissolver essa dificuldade.
As conversões de anglicanos e episcopalianos, por vezes dioceses e paróquias inteiras, estão em pleno andamento.O progressismo poderá atrapalhar, mas nunca conseguirá ser mais forte que essa ação profunda do Espírito Santo nas almas.
fonte: Fatimaemfoco

Nenhum comentário: