quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Denúncia


R.C."C" ou R.C."C".P = SATANISMO

enviado por Junior Freitas

Anápolis, 21 de dezembro de 2007

À Sua Santidade
Papa Bento XVI
"Meu bondoso e santo Pai" (Santa Catarina de Sena, Carta n° 196, 3).

Que a paz do Menino Jesus esteja em vossa alma imortal: "Vinde, pois, meu Jesus... vinde morar em meu pobre coração. Amo-Vos e quero amar-Vos sempre" (Santo Afonso Maria de Ligório, Meditações).

Santo Padre, escrevo-lhe para implorar que tome uma providência urgente com relação a um canal de televisão que se diz católico, "Canção Nova", da cidade de Cachoeira Paulista, Diocese de Lorena - Estado de São Paulo - Brasil.
Amado Pastor, os abusos que eles estão cometendo com Jesus Sacramentado, é algo satânico, é impossível explicar com palavras tamanhas profanações. Imploro que o senhor, Santo Padre, assista o vídeo pela Internet no seguinte


endereço:

http://www.youtube.com/watch?v=jbzCXQeDWfU

Santo Padre, o senhor é o "Doce Cristo na terra" (Santa Catarina de Sena), peço-lhe, por favor, acabe com esse SATANISMO dentro da Santa Igreja Católica Apostólica Romana. Milhares de pessoas, que se dizem católicas, estão usando do Santíssimo Sacramento da Eucaristia para se promoverem e se aparecerem; elas fazem coisas tão malignas com Jesus Sacramentado, que deixam até os demônios admirados: "Jesus é muito ofendido na Eucaristia pelas múltiplas irreverências cometidas pelos próprios cristãos; pelos sacrilégios, cujo número e malícia causam admiração aos próprios demônios" (São Pedro Julião Eymard, A Divina Eucaristia, Vol. 3), e: "Quantos sacerdotes indignos que traem o seu Mestre e o entregam aos seus inimigos!" (Idem).

Querido Pastor, existem muitas profanações nas Santas Missas em muitas dioceses do Brasil: Missa-Afro, Missa do vaqueiro, Missa cabocla, Missa de cura e libertação e muitas outras.

http://www.filhosdapaixao.org.br/profanacoes_da_missa.htm

Peço que Vossa Santidade abençoe a mim, aos meus religiosos e aos 800 leigos com quem trabalho.

Filialmente,


Pe. Divino Antônio Lopes FP.----Fonte:
http://www.filhosdapaixao.org.br/cartas_01_bento_xvi_004.htm

Um comentário:

Anônimo disse...

Parece um ritual pagão. Os "fiéis" dançando ao redor da vítima inocente que eles vão matar, e transferindo a ela, por meio de gritos e ofensas, os conflitos que eles têm entre si. No final, temporariamente pacificados pelo sangue da vítima, misturam-se homens e mulheres e fazem a festa.

Parece mesmo um ritual pagão.