sábado, 28 de julho de 2007

Meu Testemunho

Freqüentei os grupos de oração da R.C.(C), desde criança, mas quando comecei a freqüentar com mais dedicação foi quando cheguei à idade adulta, pois entre a idade de criança a idade adulta tinha me distanciado um pouco.

Foi até quando conheci um rapaz na procissão do senhor morto na semana Santa que me apresentou as outras pessoas que eram desse movimento, no outro encontro que iríamos nos encontrar tínhamos ido até o monte (morro) orar, aonde tinha também grupos de protestantes.

Sempre durante a minha vida tinha um grande amor pela Igreja, mesmo na época que tinha me distanciado sempre Amei a Igreja uma prova disso é um rapaz que conheci na época que gostava de ir a shows de rock black metal, tresh metal etc... convidou-me para se o seu padrinho de Crisma, pois ele não sabia que hoje estava freqüentado a Igreja assiduamente, pois só conhecia , minha convicção pela fé Católica, por não ter medo de dizer que amava a Imaculada Virgem Maria no meio das pessoas que se diziam que eram satanista.
Este amor pela Igreja herdei de meus pais.
Depois de ter ido a vários encontros carismáticos, já estava como um praticante ativo desse movimento.
Nas livrarias Católicas já estava bem conhecido, de tanto comprar livros de autores da R.C.(C) , éra assinante da revista renovação carismática “católica”, cds, vídeos, tudo era R.C.(C) para minha vida.

Apesar de ser um praticante ativo desse movimento, tinha algo que sempre batia de frente com os outros carismáticos.
Que era a sede de converter os hereges para a Igreja de Deus, e os carismáticos agiam como que fosse alternativa de adorar a Deus.

Minha primeira atitude como carismático praticante foi evangelizar um protestante. Que trabalhava ao lado de um rio, aonde eu mostrei para ele a passagem de Mateus 16,16.
Aonde Jesus entregou entrou para Pedro a chave da Igreja.
Eu sem “saber, não éra ‘ carismático”, pois minha alma era de um verdadeiro Católico que ainda não conhecia as origens e nem os erros desse movimento.
Neste movimento tinha várias contradições.
Tinha muitos amigos meus na R.C(C), que contava historias de “milagres”, “profecias” etc., do meio protestante, mas quando eu iria contar um verdadeiro milagre ou uma verdadeira profecia de um Santo muitos ficavam desconfiados não querendo acreditar.
Era muita bajulação aos hereges protestantes, e muita desconfiança sobre a doutrina Católica.
Destas coisas comecei a ter nojo, me deixava indignado.

Critiquei muitas vezes as musicas protestantes dentro da R.C.(C). Depois fiquei sabendo. Que grande partes das músicas da R.C(C). Eram de origens protestantes.
Ai comecei a me aprofundar, porque tanta bajulação aos hereges protestantes Pentecostais, dentro da R.C.(C).

Vi que a origem da R.C.(C), e todos os seus ditos carimas eram de origem das seitas pentecostais protestantes.
Um filho nunca vai criticar o seu Pai.

Isso que é a R.C.(C), filha das seitas pentecostais protestantes.
Notei que não tinha fundamentos católicos nesse movimento, não poderia mais confiar nas pregações dos lideres da R.C.(C). Porque não sabia mais se a pregação deles era Católica ou Protestante.

Como que eu iria para um encontro da R.C.(C), se não confiava mais em quem iria pregar.
Uma de tantas horrorozidade da R.C.(C). É a profanação ao Santo Sacrifício da Santa Missa.
Transformando a Missa num baile, em que as pessoas dançam e batem palmas como que se estivesse num baile.
Quantas blasfêmias meu Deus!

Hoje peço perdão a Deus, por ter comportado como um carismático no Santo Sacrifício da Santa Missa.

Eu sei que é difícil para quem fazem parte desse movimento, abrir os olhos.
Eu também fui assim, quantas vezes ouvia criticas a este movimento e procurava fechar os olhos para não ver a realidade.

A verdade é tudo em nossas vidas, porque Deus é a Verdade.

Não importa que você perda todos os teus amigos pelo Reino dos Céus.

O que importar e a nossa salvação e não ficar agradando o homem.

Quem ama diz a verdade e não fica encobrindo os erros pelo respeito humano.
É melhor agradar a Deus do que o homem.

Também um dos pontos fundamentais para largar definitivamente este movimento, foi à falsa oração em língua que é praticado nesse movimento.

Eu como outros eram possuidor desses falsos carismas
Eu até incentivava outras pessoas a possuírem estes falsos dons.
Um dia estava na missa de “cura e libertação” na paróquia que freqüentava, aí tinha chegado o momento das pessoas orarem em língua, eu também comecei como sempre como em todo período que estava na R.C.(C).

Pensei se for realmente um “dom” de Deus, se é próprio Espírito Santo que esta agindo em mim, não conseguirei parar a oração em língua, ai parei de orar naturalmente, sem esforço algum, e notei qualquer momento que quisesse iniciar novamente poderia inicia.

Nesse dia cheguei a exata, conclusão que aquele, blá, blá, blá, não vinha do Espírito Santo mais sim do próprio humano, da minha própria mente. Comprei até a Suma Teológica, e notei que este blá, blá, blá, não tinha na de Católico pois os ensinamentos dos Santos da Igreja sobre o dom de língua é completamente diferente do que é ensinado na R.C.(C). Pois o que é ensinado na R.C.(C), é também ensinado nas seitas pentecostais protestantes, de onde surgiu a R.C.(C).

Muitas tem medo de assumir isso, que este blá,blá, blá, é mecânico, ou devido a grande indução dos lideres carismáticos , de possuir esses falsos carismas, que se torna quase obrigação nesse meio.
Uma das coisas que o pessoal fala, quando alguém está com dificuldade de fazer o blá, blá, blá é “ Se abre para o espírito irmãozinho, não tenha medo de se abrir”, este abrir para o espírito seguinificava se abrir para vontade do carismático que deseja que você faça o blá, blá, blá.
É faça o blá, blá, blá para sastifazer a vontade de seu “ irmãozinho”, ou para sastifazer seu eu para ficar mais aturmado com o grupo e todos perceberam que você também tem este “dom”. (isso se chama brincar, ou cometer sacrilégio com o Espírito Santo, mostrando, que tem um dom que não o possuir).

Eu sei que é difícil para as pessoas se libertarem desses lideres carismático, que carregam multidões ao abismo, com missas shows, falsos dons, e outra coisas, porque também fui assim cego, não queria ver a realidade, quando via o lia algo criticando este movimento, desvia os ouvindo e o olhar da verdade, devido a cegueria que tinha por este movimento.

Hoje graças a Deus, e pelo Espírito Santo que derrama suas graças sobre mim estou liberto desse movimento.

Agora posso dizer com muita felicidade, que sou Católico Apostólico Romano, sem mistura de protestantismo.
Tenho notado, nas conversas que tenho com membros desse movimento, que eles amam a R.C.(C), e não a Igreja.

Porque?

Quando fazemos critica a este movimento somos tidos como uns dos maiores inimigos e nos agredir com todo tipo de ofensas. Mas em relação aos hereges protestantes que blasfemam todo o mal a Santa Igreja são tidos como irmãozinhos até cantam e fazem encontro juntos.

Quem ofendem a Igreja eles não estão nem aí, mas quem fala da R.C.(C) que eles pertencem são tido como o maior inimigo.

E agora alguns me dizem:

Foi a R.C.(C). que tirou você dos vícios mundanos.

Aí eu respondo:

Me tirou dos vícios mundanos, mas fez com que eu cometesse sacrilégio dentro da casa de Deus,
Utilizando falsos carismas, dizendo que éra o Espírito Santo mas era o próprio humano.

Ridicularizando o Santo Sacrifício da Santa Missa com palmas, falsas orações em línguas, simulações de danças, como se fossemos todos protestantes.

A Renovação Carismática Protestante, que de Católica não tem nada, me retirou da profanação a Deus fora da Igreja para profanar dentro da Igreja na frente de Deus.
Que aberração, meu Deus!

A RCC É MÁ PORQUE VEM DO PROTESTANTISMO
Disse-nos Jesus Cristo, Verdade divina e infalível: "Assim toda árvore boa dá bons frutos, e toda árvore má dá maus frutos Não pode uma árvore boa dar maus frutos, nem a árvore má dar bons frutos" (Mt. VII, 17-18).

Você carismático que está lendo este testemunho, não tenha medo de se libertar desse movimento protestante que se infiltrou dentro da Igreja, pois fui como você apegado a tudo que era ensinado dentro desse movimento, e quando notei que tudo aquilo não passava de puro protestantismo larguei, e hoje sou Católico Apostólico Romano sem mistura de protestantismo.

3 comentários:

Júnio disse...

Caro Lázaro,
Salve Maria!

Glória Deus nas alturas por fazer você enxergar a Verdade Eterna, A Igreja Eterna e a Doutrina Sagrada, antes que o pior acontecesse.

Maria Santíssima com certeza segurou na sua mão e lhe puxou para o caminho do céu.

No Coração de Jesus e Maria
à Infinita Misericórdia Divina!

Evandro disse...

Caro Lázaro, salve Maria!

Como me identifiquei contigo lendo suas palavras!
Fui simpatizante do movimento por oito anos, e só DEUS sabe como eu ficava durante essas reuniões, pois me sentia frustrado, pra abaixo, por não ter este "dom" de ficar só no "blá-blá-blá" carismático! Quantas tormentas sofri porque me diziam direto que eu tinha que me abrir à ação do Espírito, que tinha que repetir essa língua indecifrável!
E como foi difícil reconhecer, depois destes anos, o quão errado eu estava, em participar deste movimento! A Verdade dói, mas da mesma forma que a injeção (que é dolorida) nos cura da doença, ela nos liberta realmente.
Só não fui militante ativo da RC"C" porque ainda assim via coisas com as quais discordava muito, como usar aquelas cançõezinhas protestantes chatíssimas e melosas, e se bajulava muito o Pe. Abib, tido por "profeta" (sic!!!).

Mas a vitória é certa! Vlei-nos Nossa Senhora do Rosário!

Eduardo disse...

È algo estremamente vazio todos esses comentarios , pois não há EM NENHUM DELES UMA FUNDAMENTAÇÃO BIBLICA! ?Para quem considera-se o verdadeiro conhecedor da palavra.É obvio que podemos parar e iniciar uma oração em linguas DEUS AGE NA NOSSA VONTADE! " O meu povo se perde por falta de conhecimento " diz o senhor . Concordo há erros na Rcc sim , poois a igreja é santa e pecadora mais ao invez de ser como Lutero que viu os erros da igreja e deu as costas fundando igrejOLAS DE FUNDO DE QUINTAL , AJUDEM A CONCERTALOS. Davi dansava de cueca na presença do senhor , pq não podemos fazerr das santas missas algo que de gosto de estar ali. Concordo plenamente com São Pio de pietrelcina : Devemos nós comporta na santa missa , como a Virgem estava aos p´´es da crusz de seu filho. Como catolicos que se dizem queridos irmãos deviam ouvir a voz domSeu divino pastor O papa joao paulo 2 que diz : A rcc é uma manifestação do Espirito Santo na vida da Igreja. POeço ao Senhor que lhes envie o seu Espirito Santo e lhes clareia as ideias.
Fiquem na paz e no amor de Nosso Senhor Jesus Cristo e de sua m~çae Maria Santissíma .
qualquer coisa entre em contato comigo por e-mail:dudu_michewski@hotmail.com
abraços Eduardo