sexta-feira, 27 de julho de 2007

Entrevista com Pe. Jonas

Pergunta: Como o senhor esta vendo o balanço deste congresso até os dias de hoje ? Como o congresso esta caminhando, quais as novidades apresentadas dentro desse congresso, em termo de RCC, em termos de Igreja para o Brasil ?

Resp. Pe. Jonas Abib: Nós estamos invocando o que foi o grande acontecimento do Brasil e da América, 5ª Conferencia do CELAM. E nós estamos percebendo como o Espírito Santo está nos impulsionando a realizar as conclusões desta conferência que estão justamente num documento que está para sair impresso no Brasil. O Espírito Santo é muito coerente (aqui uma leve risadinha quase para não dizer sarcas deste sacerdote). Nem fomos nós que programamos assim. As palestras do Congresso estão nos levando diretamente a realização daquilo que Deus quer e que foi a nós apresentado, através da Igreja da América da 5ª Conferencia.

Pergunta: Estamos comemorando 40 anos da RCC no mundo aqui na Canção Nova. Como isso soa no coração do senhor ?

Resp. Pe. Jonas Abib: Primeiro aquela sensação de dever cumprido. Nós somos RCC e verdadeiramente fizemos RCC desses 30 anos de existência de Canção Nova.(Que fique então registrado o fundador da Canção 'Nova' afirma com todas as letras que a CN é RCC e trabalham para a RCC. Pois que nenhum carismático contrarie isso como já ouvi aos meus ouvidos tempos passados carismáticos dizerem que a CN não é RCC). Então uma alegria de dever cumprido, mas ao mesmo tempo um impulso novo. Eu posso dizer sem medo a um campo imenso para nós realizar-mos a nossa missão, que afinal das contas nossa missão é evangelizar.

Pergunta: O que o senhor tem a dizer para as pessoas que ainda criam barreiras contra a RCC ?

Resp. Jonas Abib: Se eles criam barreiras é porque eles não a conhecem (?). Então eu diria, que nós os conquistemos pelos frutos(OH! Unbeliveble!!). Que nós os conquistemos pela amizade, pela presença. Que nós os conquistemos pela Obediência (sei, tente me enganar...), quando se tratarem de superiores nossos, como sacerdotes, bispos, coordenadores de pastoral. É uma questão de conquista, não é uma questão de defronte. Bem ao contrário é uma questão de conquista. A RCC não é uma obra humana, ela é uma obra de deus. (É fácil contrariar a verdade história usando de sofisma.. easy!) Foi o próprio espírito santo quem a suscitou para a Igreja e portanto para o beneficio do mundo. Nós não podemos impedir a obra do espírito. O que acontece é que nem sempre nós entendemos as novidades do espírito santo

(Me recordo sempre das palavras deste santo que um dia disse):

O que fará o Católico se algum novo contágio tentar ENVENENAR, não apenas uma pequena parte da Igreja, mas TODA A IGREJA de uma só vez? “Nessa altura, a sua grande preocupação será manter-se ligado às coisas ANTIGAS, que já não podem ser desencaminhadas por alguma NOVIDADE mentirosa.” - São Vicente de Lérins – In Commonitorio-

.. Aqueles que não entenderam ainda precisam ser conquistados (Libera nos Domine!). Nós estaremos fazendo uma contribuição a ele, fazendo-os entender (De irracionalismo basta! chega! quero Catolicismo).

Texto enviado por: Rodrigo Salesi

Nenhum comentário: