sexta-feira, 16 de março de 2007



O milagre

Conversando com uma amiga, ela me contou que uma senhora da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) tinha falado para ela que Deus, tinha realizado vários milagres na “igreja” que ela freqüenta.E esta senhora se fortaleceu, e o tal “milagre” que ela já tinha presenciado tinha confirmado ela nesta seita.

Ai surge a duvida, Deus realiza milagres ou não fora da Igreja Católica Apostólica Romana?No evangelho de São Marcos 16, 20 esta escrito: “Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que o acompanhavam”.

Ora, se Deus realizar milagres nas seitas estaria confirmando as pregações completamente anti-Católica.Se Deus fundou a Igreja Católica Apostólica Romana, para a Salvação de todas as almas, e sabendo que fora dela não há salvação, o autor desses milagres não poderia ser Deus.

Vejamos algumas citações de São Tomas de Aquino, na Suma Teológica (volume VII) sobre milagres:

“Entre os milagres, há os que não são verdadeiros, mas fatos imaginários, que enganam o homem, fazendo-o ver o que não existe. Outros são fatos reais embora não mereçam verdadeiramente o nome de milagre, pois são produzidos por certas causas naturais. Ora, essas duas categorias podem ser feitas pelo demônio”.

“Deve-se dizer que os milagres são sempre verdadeiros testemunhos daquilo que eles confirmam. Por isso os maus que ensinam falsas doutrinas não poderiam jamais fazer verdadeiros milagres para confirmar seus ensinamentos...”.

”Os verdadeiros milagres não podem ser realizados senão pelo poder divino, por isso Deus os produz para utilidade do homem. E isto de dois modos. Primeiro para confirmar a verdade pregada. Segundo para manifestar a santidade de alguém, que Deus quer propor como exemplos de santidade”.

Contrariando o ensinamento bi-milenar da Igreja, observar o que diz o Pe. Léu da Canção Nova, hoje já falecido:

Diz o padre que teve uma “visão” da verdadeira Igreja, a Católica, mas de modo estranho.Coloca a graça de Deus, simbolicamente representando por uma cachoeira, na “visão”, que é oferecida a três grupos: católicos, ateus e os protestantes.

O absurdo deste “vidente” e colocar protestantes da “igreja” Universal de Edir Macedo Bezerra (pasmem) que participam deste “banho da cachoeira”. Ele ate diz “lá também existem milagres”.

“Milagre” se for o que eles fazem da forma extraordinária de tirar o dinheiro do povo, como a Universal do Reino do Dinheiro...

Sem a Igreja Católica não existe graça e nem comunhão, nem milagre ou outra coisa com hereges e nem outras “religiões não cristas”.

Cubatão 16 de março de 2007
Lázaro Laert de Santana

Nenhum comentário: